03 aprendizados sobre Produção Cultural

Nos dias 01 e 02 de novembro, o Desabafo Social e Itala Herta realizaram o Encontros & Africanidades, evento que reuniu artistas nacionais e locais para show, debates e feira empreendedora. MC Soffia, Dream Team do Passinho, Tássia Reis, Juliana Ribeiro e Mel Duarte marcaram presença.

O evento foi lindo e gostaria de compartilhar 03 grandes aprendizados da produção cultural. Nada muito técnico, apenas real. Vejam só:

  1. A imprensa não irá utilizar o release oficial do evento. Aceite isso!

Fazemos o release com tanto carinho e dedicação para não esquecermos nenhuma informação importante. Mas quando enviamos para imprensa, muita coisa é alterada, principalmente realização e parceiros. Algumas coisas podem sair de forma equivocada e outras não. Pode gerar mal estar ou não. Mas nunca sai exatamente da forma que queremos.

       2. Amig@s não querem pagar, querem cortesia!

Não importa a causa e o valor do evento. Muitos amig@s vão implorar por cortesia e se você não der, el@s não irão. Mas foi lindo ouvir da maravilhosa Sista Katia dizer que:

Lista Amiga deveria ser a lista mais cara. Vamos ver se @s amig@s fortalecem mesmo seu trampo.

 

3. As pessoas vão te ligar só na véspera do evento. E no dia do evento as ligações irão triplicar.

Sim, as pessoas não param de ligar na véspera do evento. Mesmo tendo site, outdoor, evento nas redes sociais e coisa afins, as pessoas vão querer perguntar para você o valor e o local. E se você avisa “Não posso responder, porque estou ocupada agora”, você sairá como a chata da história.

Só que isso piora no dia do evento. PIORA MESMO! 

Seu celular não vai parar de tocar e você não poderá desligar o aparelho. Afinal, você está produzindo o evento.

Todas ligações e mensagens são dúvidas que podem ser tiradas com apenas uma pesquisa rápida nas redes sociais. Não dura 1 min.

Ah, esqueci de falar que no dia posterior ao evento, as pessoas vão enviar muitas mensagens. Não, não estou falando de mensagens agradecendo ou parabenizando o evento. Mas mensagens que começam assim:

Você poderia resolver…

Você poderia me passar o número…

Você poderia..

Você poderia…

Eu preciso…

Eu preciso…

Eu preciso…

É galera, poderia colocar mais itens aqui. Mas esses três aprendizados acima merecem ser compartilhados