3 ideias geniais para inovar na política

Se você é um eleitor decepcionad@ com a política…
Se você é um militante cansad@, mas que ainda tem forças para querer mudar o cenário político…
Se você acredita que a política precisa ser reinventada…
Se você sairá como candidat@ nas próximas eleições com o discurso de hackear/transformar a política…
Se você é uma pessoa em crise…
Se você não é nada disso…
 
… lembre-se que em outubro teremos eleições municipais no Brasil, novas regras para campanhas eleitorais (redução do tempo da campanha eleitoral de 90 para 45 dias, começando em 16 de agosto. E o período de propaganda dos candidatos no rádio e na TV também foi diminuído de 45 para 35 dias, com início em 26 de agosto, no primeiro turno) e está difícil saber em que candidat@ podemos votar.  Mesmo que nosso voto seja em branco ou nulo, candidat@s serão eleit@s. Mas que candidat@s são esses?
Queremos mudanças na democracia, mas tanto os candidat@s quanto os eleitores, caem no mesmo erro de insistir e apostar na Política 1.0.

Enfim. Só quero mostrar 3 ideias geniais para inovar a política e tentarmos transformar este cenário:

Medialab-Prado (Espanha): é um laboratório nacional de produção, pesquisa de projeto cultural que explora as formas de experimentação e aprendizagem colaborativa que surgiram a partir de redes digitais. Ele faz parte do Departamento de Cultura e Esportes da Câmara Municipal de Madrid. Para o Medialab-Prado oferecer várias formas de participação que permitem que pessoas com diferentes perfis (artística, científica, técnica), os níveis de especialização (peritos e iniciantes) e graus de implicação, a colaborar, eles oferecem um espaço de informação, consultoria e encontros, com a presença de mediadores culturais que explicam a natureza do espaço e conectam pessoas diferentes e projetos com o outro; concursos abertos para a apresentação de propostas e a participação no desenvolvimento de projetos colaborativos; programa de atividades que compreende workshops, seminários e debates, bem como as reuniões dos diferentes grupos de trabalho, exposições, conferências e outros eventos, como concertos e performances.

DemocracyOS  (Argentina): é plataforma online em código aberto onde é possível ter informações, discussão e votação de propostas do Poder Legislativo. Usando esta ferramenta, os cidadãos podem designar uma lista de projetos de leis. Após a conclusão do processo de seleção, as três iniciativas mais votadas irão para outra instância no mesmo local onde serão discutidas. Lá é possível discutir com profundidade cada projeto selecionado, avaliar os argumentos e votar neles como fazem os legisladores.

Update (Brasil): plataforma que reúne 700 iniciativas, de 21 países da América Latina com práticas de políticas emergentes. A proposta da Update é permitir que se conheça um pouco do universo das novas práticas políticas. É possível explorar os resultados variando as múltiplas combinações de filtros e permitindo análises próprias. Ou seja, é um banco de projetos inovadores para aumentar o engajamento dos cidadãos  com as políticas públicas na América Latina